Mestra Nani

Mestra Nani

Mestra Nani, cujo nome de batismo é Cristiane Santos Miranda, mais conhecida na capoeiragem como Nani de João Pequeno, convive no seio da Capoeira Angola desde criança, e também pelo fato de ser neta de João Pereira dos Santos o saudoso Mestre João pequeno de Pastinha.

Mestra Nani e Mestre João Pequeno

Mestre João pequeno foi a pessoa que lhe ensinou a arte da Capoeira Angola e quem lhe delegou a missão de continuar seus ensinamentos, herdados pela filosofia do seu Mestre, Vicente Ferreira Pastinha, ou simplesmente Mestre Pastinha.

Como foi cuidada pelos seus avós, e eram ela e mais dois irmãos. No início o avô insistia para que seus irmãos o acompanhassem na capoeiragem e franqueava a sua decisão para iniciar, mais só quando ela quisesse.

Mestra Nani e seus Irmãos

Mais há 24 anos atrás ela decidiu iniciar a vida nesta arte e logo seus irmão que já eram muito conhecidos, no qual até música o mestre fez para eles e uma das foi “Ho Bujão… Capoeira de Angola é Rolada no Chão” , logo eles não continuarão a prática da capoeira o mestre ainda tentou mais até hoje só Nani quem dei continuidade ao legado na família.

Seu reconhecimento na capoeira angola

E Desde lá, o mestre venho á ensinando a dar aula na academia CECA – Centro Esportivo de Capoeira Angola – Salvador/BA (Fazenda Coutos e no Forte do Santo Antônio), em viagens, Projetos do grupo e em escolas. Em 2006 foi reconhecida professora de capoeira Angola e assim começou a dar aula dentro de espaço escolar e em 2018 teve o reconhecimento de Mestra de Capoeira Angola pelos Padrinhos Mestre Ciro e Mestre Roberval (1995 que começo a prática da Capoeira Angola).

Tem experiência com aulas em trabalhos sociais e comunitários,  recreação infantil através da capoeira angola, Confecção de berimbau (instrumento musical) Ritmos e sons da Capoeira Angola, (Musicalidade e samba de roda).

Além da capoeira teve a oportunidade de concluir em 2013 primeiro o curso de Educação Física na Faculdade Social da Bahia, ampliando assim o acervo de conhecimento da cultura popular com a educação, levando para dentro da escola e comunidades carentes, suas experiências para crianças, jovens e adultos.

Trabalho com Mestre João Pequeno

Ao lado do Mestre João Pequeno, mesmo ele com idade avançada, criaram o Projeto Pequenos de João, na comunidade da Fazenda Coutos em 2007, mais precisamente no 3º andar da casa no mestre, onde desenvolviam as atividades. Ela desenvolvia a aula para crianças, e o Mestre João Pequeno fazia questão de participar, levando seus ensinamentos a elas.

Quando começou o projeto, ele já estava com 89 anos e, mesmo assim, fez com que esses movimentos fossem inesquecíveis e indispensáveis.

Pois mesmo com a idade avançada, o Mestre conseguiu transmitir muitos valores e plantou sementes na nova geração, e assim dando continuidade na sua formação ao lado do seu avô e Mestre.

Para ela seu avô é uma grande referência,  orgulho e inspiração. Na época do seu falecimento, estava concluindo a graduação em Educação Física. E sua monografia, foi “João Pequeno de Pastinha e a volta que o mundo dá: percepção da cultura a partir da roda de capoeira angola”, discutindo a metodologia do mestre e faz uma vinculação da importância da cultura popular com a cultura acadêmica.

Hoje Nani administra o CECA – AJPP Matriz Salvador como Presidente e coordenadora além de ministrar aulas para crianças, jovens e adultos junto com os demais discípulos do Mestre, além do Projeto Pequenos de João, dando continuidade ao legado do mestre João pequeno, mantendo a memória e a filosofia, no Forte Santo Antônio Além do Carmo e na Fazenda Coutos.

Todo ano no mês de Dezembro é feito o evento tradicional do Mestre João Pequeno, no qual acontece várias atividades e homenagens a ele para manter a sua  memória e seu ensinamentos, presentes e trazer para a nova geração da comunidade capoeirista a importância desse grande mestre que foi o mestre João Pequeno.

Você Gostou?

Então não perca tempo, faça agora mesmo sua inscrição para o Abril pra Angola 2020!!!